Parte I : Lugares históricos em Goiânia para visitar durante a estadia

Receita de Canapé de Parma e Figo especial do Chef
22 de junho de 2017
Parte II : Lugares históricos em Goiânia para visitar durante a estadia
30 de junho de 2017

Parte I : Lugares históricos em Goiânia para visitar durante a estadia

Com pouco mais de 80 anos, Goiânia apesar de jovem já possui muita história que se manifesta cotidianamente em seus monumentos e construções por toda a cidade. A inspiração da Art Decó nas construções é uma marca presente nos parques, museus, ruas e praças da cidade.
A capital foi planejada pelo arquiteto Attílio Corrêa Lima, e teria sido projetada com base em três eixos (Avenidas Goiás, Tocantins e Araguaia) que convergem para o palácio do governo, sendo interceptado pela Avenida Paranaíba formando o contorno imaginário de Nossa Senhora Aparecida. Começaremos com os principais lugares que contam um pouco sobre a cidade e sua história que você não pode deixar de ir!


Praça Cívica

Primeira praça de Goiânia, inaugurada em 1933, é considerada o marco inicial da construção da cidade. Nela, encontra-se o Palácio das Esmeraldas, residência oficial do governador de Goiás, o Palácio Pedro Ludovico, centro administrativo do estado, o Museu Zoroastro Artiaga, o Museu da Imagem e do Som e, em seu centro, o Monumento das Três Raças.


Museu da Imagem e do Som

Possui um amplo acervo de discos, fitas, gravações e filmes. A parte fonográfica tem 40 mil discos, parte doada pela Rádio Brasil Central. O museu traz a história da TV em Goiás a partir de fitas pertencentes à Coleção Brasil Central e passam por processo de restauração e digitalização.
Horário de visitação: Segunda a sexta, das 8h às 17h
Entrada franca


Museu Zoroastro Artiaga

Nele há exposições de arte sacra, arte popular, minerais e rochas características de Goiás, folclore e mais de mil discos em 78 rpm.
Horário de visitação: terça-feira à sexta-feira, das 9h às 17h. Sábados, Domingos e Feriados, das 9h às 15h.
Entrada Franca


Museu Pedro Ludovico

Residência do fundador da capital, Pedro Ludovico Teixeira, tem arquitetura em Art-Déco preservada até hoje e foi tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual e transformada em museu em 1987. Possui um acervo constituído de 1836 peças entre porcelanas, mobiliário, vestuário, cristais e objetos de uso pessoal.
Horário de visitação: terça a sexta-feira- das 9h às 17 h, sábados, domingos e feriados – das 9h às 15 h
Entrada Franca


Avenida Goiás

Uma das vias mais charmosas da cidade.


Estação Ferroviária – Praça do Trabalhador

Um patrimônio histórico em que funcionava a antiga estação ferroviária e onde hoje ainda tem uma Maria Fumaça.
Horário de visitação: Livre


Gostou do roteiro? Quer conhecer Goiânia ou já veio e quer voltar? Faça sua reserva aqui no San Marino e aproveite a cidade da melhor maneira com localização central e privilegiada. Entre em contato através do nosso telefone (62)3250-4600, whatsapp (62) 98591-0960 ou pelo e-mail reservas@sanmarinogoiania.com.br.
Fonte: http://www4.goiania.go.gov.br/portal/goiania.shtml